sábado, 27 de octubre de 2012

Visão


A verdade é que antes de partir,
Eu quero te levar pra qualquer lugar.
Te levar aonde você deseja ir;
E no dia de acordar cedo, madrugar.

Antes preciso te despir,
Te absorvendo em cada poro.
Eu nem tenho como mentir.
Sabe-se a quem? Eu imploro!

Eu imploro, liberte-me!
Enquanto eu apenas choro.
Como? Vamos, pergunte-me!
Liberte-se, eu imploro!

Rasga dinheiro! Foda-se!
Vem e sente meu cheiro!
Rasga a vida! Contorce!
Me contorce inteiro…



E agora prova... E não chora!
Diz que não me quer.
Atreva, se você puder.
Negue todo o sonho que fulgora!

E agora? Olha bem no fundo
No fundo do nosso devir,
Bem no fundo da nossa
Única alma

Única alma…

E agora… Estamos juntos
Trata de me pedir
O que quer que possa
Que li na tua palma

Encontro na tua pele marfim
Algo em comum:
Um coração - que eu penhoro;
E uma alma - que insiste

E eu te conto - como pedes - enfim,

Que somos um.


Desculpa, quando eu choro





Mas eu sou a tua parte triste

martes, 9 de octubre de 2012

Quando um deus comete suicídio

Ninguém mata o amor de ninguém. A única causa mortis do amor é o suicídio.