sábado, 9 de junio de 2012

A Forca

A liberdade... é a escolha.
A escolha é baseada nos mesmos padrões de um jogo de dados. Enquanto minhas cascas se perdem ao redor de meus passos endiabrados, vai, de sobras a restos, nascendo como um sol a substância nuclear do que me faz, e, ainda assim, não me mostra. Quando então a encruzilhada não te oferece nem coleira, nem colar. Apenas a corda. Acorde.

No hay comentarios:

Publicar un comentario