martes, 17 de abril de 2012

Meu próprio túmulo

Minha cara, você é como uma flor que só exala seu perfume nas noites frias.
A mim, sinceramente, só me serve para presentear aos mortos.

1 comentario: