domingo, 5 de febrero de 2012

Prato do Dia

Como se um dia eu despertasse pela manhã, sem reconhecer as paredes ao meu redor, nem o corte de cabelo, e aí me pergunto há quanto tempo estou vivendo a vida sem pensar exatamente como fui parar ali.
De acordo com meus cálculos são 23 anos... Alguns meio morto, outros mais vivo que nunca.
Já brinquei com fogo e andei na brasa. Tentei voar sem asas. Quebrei uns ossos, quebrei o coração... Uns corações. É... As coisas mudaram muito, e a receita pra viver eu já decorei. Mas hoje eu esqueci uma panela no fogo... E o sangue ferveu.

No hay comentarios:

Publicar un comentario