lunes, 6 de febrero de 2012

Olhares

Mesmo de longe, por um ou dois segundos
Nessa curteza de tempo e noção de espaço
Na incerteza e na profundeza. Era terrível segredo...
Agora não finge. Finge não ter emoção. Desregre!
Que eu finjo seguros os meus irreversíveis passos.

No hay comentarios:

Publicar un comentario